Atuação dos filhos de Bolsonaro preocupa equipe do presidente eleito, diz coluna


Atuação dos filhos de Bolsonaro preocupa equipe do presidente eleito, diz coluna
Foto: Reprodução / TV Câmara do Rio

A atuação dos três filhos políticos do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) tem preocupado integrantes da equipe do novo governo. Apontado pelo capitão como seu número dois e seu instrutor nas redes sociais, o vereador do Rio, Carlos Bolsonaro (PSL), é o que causa mais apreensão.

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o edil é visto como o mais tempestuoso entre os irmãos políticos e também o mais propenso a gerar crises.

Ele já se desentendeu com o futuro secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno (PSL), e também comprou briga com o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), um dos mais próximos de seu pai. De acordo com a publicação, Carlos pediu que Lemos pare de "aparecer atrás" do presidente eleito, "por algum motivo como faz sempre".

Em resposta, o deputado disse que não iria comentar os ataques, mas falou sobre sua fidelidade a Bolsonaro pai. "Fui forjado acompanhando, por quatro anos, a vida política de Bolsonaro, vendo seu exemplo e ouvindo seus conselhos. Sou soldado de primeira hora. Respeito a família, mas só sigo as orientações do presidente. Ele me lidera e só aceito o seu comando", ressaltou.