Prazo para vacinar rebanho contra aftosa vai até dia 30; desde 2001 Bahia está livre de febre


Prazo para vacinar rebanho contra aftosa vai até dia 30; desde 2001 Bahia está livre de febre
Foto: Reprodução / EBC

Produtores baianos têm até dia 30 de novembro para vacinar bovinos e bubalinos [touros] de até dois anos de idade contra a febre aftosa. Segundo a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), a meta é imunizar mais de três milhões de cabeças. Após o dia 30 de novembro, todo o rebanho deve ser declarado no site da Adab até 15 dias após a vacinação. Os proprietários que não vacinarem o rebanho durante o período da campanha, e não fizerem a declaração serão multados no valor de R$ 53 por cabeça não vacinada e R$ 160 por propriedade não declarada. Os produtores também ficarão impedidos de vender ou transportar o rebanho.

Além da declaração dos animais na faixa etária de até dois anos, o produtor terá que declarar as demais faixas etárias e realizar a atualização dos dados cadastrais. Deverão ser declarados outros animais como equídeos, ovinos, caprinos, suínos, aves e peixes.

Segundo a Adab, desde 2001 a Bahia é reconhecida internacionalmente como livre de Aftosa com Vacinação. A agência também informou que as vacinas devem ser compradas até o dia 30 deste mês em uma revendedora autorizada pela Adab. Caso contrário, o criador será autuado. A agência ainda informou que os produtores devem imunizar o rebanho contra a Brucelose, que também é obrigatória.

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa, e acomete animais de casco fendido, como bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos. O vírus pode ser transportado pela água, ar, alimentos, pássaros e pessoas que entrem em contato com animais doentes.