Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

As chamadas chuvas do umbu chegaram tarde e prejudicaram o desenvolvimento do fruto neste ano, em algumas regiões na cidade de Brumado. Membro da associação de moradores do Campo Seco e da Usina de Beneficiamento do Umbu da região, Judecae Pinheiro disse ao site Achei Sudoeste que a safra não pode ser recuperada diante da falta da “chuva da florada da fruta”. Segundo ele, a produção foi bem fraca na região. Quanto à fábrica do Campo Seco, ele destacou que outras frutas serão exploradas e utilizadas na produção, como acerola, maracujá e maracujina. “A gente vai mudar um pouco por causa da falta do umbu”, completou. Judecae informou ainda que associação do Campo Seco foi beneficiada com um projeto da agroindústria e a usina de beneficiamento local será ampliada. A previsão para início das obras é em janeiro de 2019.