Nordeste volta a ser alvo de xenofobia por dar maioria dos votos a Haddad



Embora tenha perdido a eleição presidencial, Fernando Haddad (PT) venceu em todos os nove estados do Nordeste, além do Pará e do Tocantins, no Norte do país. Com isso, a região Nordeste voltou a ser alvo de preconceito nas redes sociais.
“Vai seus nordestinos mortos de fome. A teta vai secar. Vão trabalhar agora. Cadê vocês para fazer postagens agora”, escreveu um perfil no Twitter. “Vai, mata os baianos”, disse outro. “Nordestino é uma desgraça cambada de demônio”, compartilhou outro. “Já está liberado dar porrada em negro, viado e baiano?”, questionou um perfil no Facebook.
Mathum@mathwone
Vamos acabar com o nordeste e fazer ele parte do sudeste e torturar e lavagem cerebral esses nordestinos para serem Bonoro2018!!!
Márcio Rodrigues@Marcio6830
Vai seus nordestinos mortos de fome.
a teta vai secar.
vao trabalhar agr
cade vcs para fazer postagens agr.
Fotos: Reprodução / Correio
Nordestinos e, principalmente, baianos, também foram alvo de xenofobia após o resultado do primeiro turno da eleição (lembre aqui), quando Jair Bolsonaro (PSL) perdeu em todos os estados da região, e também nas eleições de 2014 com a vitória de Dilma Rousseff (PT).
Xenofobia é crime e pode ser denunciado, de forma anônima, na página da SaferNet (acesse aqui), ONG que defende os direitos humanos na internet, e também através do Ministério Público Federal (MPF) (veja aqui).
Fonte: Bahia Notícias