Grupo de Haddad atribui a Gleisi estratégia de tentar adiar troca na chapa

Grupo de Haddad atribui a Gleisi estratégia de tentar adiar troca na chapa
Foto: Divulgação

Aliados do candidato a vice-presidente na chapa do PT, Fernando Haddad, atribuem ao grupo da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, a estratégia jurídica da legenda de pedir mais tempo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para trocar a cabeça de chapa à Presidência da República, de acordo com o blog de Andreia Sadi, do portal G1.

Na noite deste domingo (9), a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, negou pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para prorrogar o prazo para o PT substituir o candidato à Presidência da República.

Para o grupo de Haddad, Gleisi queria arrastar a decisão com a expectativa de que o ex-presidente pudesse trocar o nome de Haddad pelo seu ou, até, pelo de Jaques Wagner, que foi a primeira opção de Lula, mas rejeitou o convite.