Conquista: Jovem confessa que matou frentista no Patagônia ‘sem motivo’



O frentista Marcos Antônio Cardoso Viana, 50 anos, foi assassinado a tiros na Rua Santa Catarina, bairro Patagônia, em frente ao Deserg.

A Polícia foi acionada por populares que disseram ter ouvido estampidos e encontrado a vitima caída em via pública. Viaturas em deslocamento se depararam com dois suspeitos na Av. Integração, que apresentavam ferimentos. José Moreira da Silva, 20 anos, acabou revelando aos militares que tinha acabado de atirar em um homem.

A vítima estava na garupa de uma moto, trafegando pela via, quando foi alvejado.

De acordo com a Polícia, o autor confesso e Jeferson Pereira dos Santos, 22 anos, revelaram que estavam em um show e se envolveram numa briga, sendo feridos a garrafadas. Revoltados, eles foram a casa de José, pegaram uma arma, saíram na rua e José atirou nas primeiras pessoas que passavam, ferindo fatalmente o frentista.

A arma do crime foi localizada na casa do autor confesso.


O frentista não tinha antecedentes policiais.

O autor do disparo e o comparsa foram levados ao hospital, antes de serem apresentados na delegacia.

Em entrevista concedida ao Blitz Conquista, José Moreira da Silva, 20 anos, assassino confesso do frentista Marcos Antônio Cardoso Viana, 50 anos, confirma que atirou e matou a primeira pessoa que viu pela frente.

Fonte: Blitz Conquista