Fachin pede celeridade em julgamento do pedido de liberdade de Lula no STF


Fachin pede celeridade em julgamento do pedido de liberdade de Lula no STF
Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Edson Fahchin, do Supremo Tribunal Federal (STF), quer que a Corte tenha celeridade no julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A defesa do petista quer suspender os efeitos da condenação em segunda instância, ou seja, a prisão e a inelegibilidade.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira (1º), o ministro disse que a data da votação depende da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que é a responsável por definir a pauta do Supremo. O recesso do judiciário foi encerrado nesta terça-feira (31).

O prazo limite para o registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é o dia 15 deste mês. Questionado sobre a necessidade de haver um julgamento sobre o caso de Lula antes desta data, Fachin declarou que toda celeridade em matéria eleitoral é importante para não deixar dúvida no procedimento”.