Temer é recebido com gritos de 'golpista' ao visitar prédio que desabou em São Paulo

Temer é recebido com gritos de 'golpista' ao visitar prédio que desabou em São Paulo
Foto: Reprodução / GloboNews

O presidente Michel Temer (MDB) foi hostilizado na manhã desta terça-feira (1º), em São Paulo, quando foi visitar o prédio que desabou no centro da cidade durante a madrugada. Enquanto falava com a imprensa, o presidente foi chamado de "golpistas" por pessoas que estavam no local. Ele confirmou que o imóvel era da União. "Nós não pudemos, me explicaram, pedir a reintegração porque, afinal, gente muito pobre, naturalmente, uma situação muito difícil. Mas agora serão tomadas providências para dar assistência", respondeu à imprensa. O edifício Wilton Paes de Almeida, localizado na região do Largo do Paissandu, começou a pegar fogo, por volta da 1h30, e depois desabou. Com 24 andares, o prédio funcionava como uma ocupação irregular. Segundo o G1, o secretário de Assistência Social aponta que 248 pessoas estão sendo atendidas pela prefeitura e pelo menos três moradores estão desaparecidos. A estimativa é de que a retirada dos escombros dure uma semana