quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Piripá: delegado diz que mais de 30 armas e 100 veículos foram levados da delegacia durante protesto
O delegado Florisvaldo Nery da Cruz, titular da delegacia de Piripá, afirmou que mais de 30 armas de fogo e cerca de 100 veículos, entre carros e motocicletas, foram furtados durante o protesto da noite do dia 30, última segunda-feira.  Cerca de 150 pessoas da cidade picharam a fachada do prédio, quebraram equipamentos, destruíram as instalações e colocaram fogo em veículos que estavam na frente da delegacia, em protesto contra a permanência do delegado no cargo.
Ao G1,  Florisvaldo Nery da Cruz informou que a polícia está tentando identificar os autores dos furtos. O delegado disse que os veículos roubados, que estavam apreendidos, estavam estacionados no fundo da delegacia. Com relação às armas furtadas, o delegado disse que foram de calibres diversos.
Os moradores que realizaram a manifestação contra o delegado dizem que ele não estaria mais abrindo investigações, efetuando prisões, nem enviando os processos à Justiça. Florisvaldo, por sua vez, afirmou que o ato foi feito por pessoas ligadas a um grupo político da cidade, depois que ele teria aberto investigação sobre corrupção no município.
Por meio de nota oficial, a Polícia Civil da Bahia afirmou que o delegado Florisvaldo Nery da Silva só trabalha na Delegacia Territorial de Piripá por ordem da Justiça. Além disso, a corporação reiterou que “todas as medidas administrativas possíveis para retirá-lo da função, como aposentadoria por invalidez ou remoção para a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Vitória da Conquista, já foram adotadas pela instituição, mas a Justiça, em todas essas ocasiões, determinou que o servidor retornasse ao posto na Delegacia de Piripá”.

Encruzilhada: bandidos encapuzados assaltam agência dos Correios e deixam dinheiro durante a fuga Nessa terça (21), quatro bandidos arm...