Operação da PF na Bahia e em Minas Gerais apura fraudes em licitações

Operação da PF na Bahia e em Minas Gerais apura fraudes em licitações na educação

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
Operação da PF na Bahia e em Minas Gerais apura fraudes em licitações na educaçãoUma operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta quinta-feira (23) em cidades da Bahia e de Minas Gerais apura fraudes em licitações na área de educação. Ao todo, são cumpridos 13 mandados de prisão preventiva, 4 de prisão temporária e 41 de busca e apreensão. Investigações apontam que empresários, políticos e servidores fraudaram contratos entre 2010 e 2016 em diversos municípios. O valor total das licitações era de R$ 140 milhões, dos quais R$ 45 milhões teriam sido desviados. O montante era usado principalmente para financiar campanhas políticas. De acordo com a Polícia Federal, o grupo de empresários também influenciava em decisões políticas, como a escolha de secretários pelos prefeiros, a aprovação das contas dos municípios nas câmaras de vereadores, e até mesmo quem seriam os candidatos nas eleições.