segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Procurador diz que Temer destrói a Lava Jato: ‘Nunca esteve tão a perigo quanto agora’

Foto: Agência Brasil
Procurador diz que Temer destrói a Lava Jato: ‘Nunca esteve tão a perigo quanto agora’O procurador Carlos Fernando Lima, integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, afirmou no sábado (14), nas suas redes sociais, que o presidente Michel Temer está “destruindo a Lava Jato e toda a esperança que ela representa”. Segundo Lima, em a operação nunca esteve “tão em perigo quanto agora”. A publicação foi feita após o governo, por meio de Advocacia-Geral da União (AGU), enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação em que pede a revisão da possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Para a AGU, a pena somente deve ser executada depois de esgotados todos os recursos da defesa, o chamado trânsito em julgado. “O Governo Temer está fazendo, pouco a pouco, o que o Governo Dilma queria, mas não conseguiu: destruir a Lava Jato e toda a esperança que ela representa. Depois da última decisão do STF, é compreensível as tentativas da AGU, a mando de Temer, de tentar reverter a decisão de prisão após a decisão de segundo grau. Afinal, não há mais oposição das ruas às tentativas de acabar com o pouco conquistado”, escreveu. Ainda na avaliação de Carlos Fernando, atualmente a classe política está reunida “a favor da salvação” deles. “Hoje a classe política está unida, mas não a favor da população, mas a favor da salvação de todos e, principalmente, da salvação de um modo de financiamento da política com o dinheiro desviado dos cofres públicos”, criticou.

Carlos Fernando Dos Santos Lima
no sábado
O Governo Temer está fazendo, pouco a pouco, o que o Governo Dilma queria, mas não conseguiu: destruir a Lava Jato e toda a esperança que ela representa.
Depois da última decisão do STF, é compreensível as tentativas da AGU, a mando de Temer, de tentar reverter a decisão de prisão após a decisão de segundo grau. Afinal, não há mais oposição das ruas às tentativas de acabar com o pouco conquistado.
Hoje a classe política está unida, mas não a favor da população, mas a favor da salvação de todos e, principalmente, da salvação de um modo de financiamento da política com o dinheiro desviado dos cofres públicos.
EM NENHUM MOMENTO ANTERIOR A LAVA JATO ESTEVE TÃO A PERIGO QUANTO AGORA

Encruzilhada: bandidos encapuzados assaltam agência dos Correios e deixam dinheiro durante a fuga Nessa terça (21), quatro bandidos arm...