Lewandowski arquiva investigação do presidente nacional do DEM Agripino Maia

Foto: Max Haack/ Bahia Notícias
Lewandowski arquiva investigação do presidente nacional do DEM Agripino MaiaA investigação sobre o presidente do Democratas Agripino Maia foi arquivada pelo ministro Ricardo Lewandowski na última quinta-feira (21). A decisão seguiu recomendação da procuradoria Geral da República (PGR) enviada à Corte em agosto. A suspeita era de que o senador teria recebido "vantagens não contabilizadas" da Odebrecht no valor de R$ 100 mil para sua campanha ao Senado em 2010. Em parecer, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot considerou que, por ter 72 anos, Agripino teve a punição extinta, em razão da prescrição. Em razão da idade, o tempo de prescrição cai de 12 para 6 anos. O inquérito, no entanto, ainda continua em tramitação para o filho do senador, o deputado Felipe Maia (DEM-RN), que teria participado da transação. Na decisão de arquivar a investigação, Lewandowski aceitou o argumento da prescrição.