Fim do surto de febre amarela no país
Por Tais Patez / 6 de setembro de 2017


Resultado de imagem para febre amarela
Chegou ao fim o surto de febre amarela no país, segundo anúncio do Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (6). O Brasil não tem registros da doença desde junho, quando foi confirmado o último caso no Espirito Santo. O boletim epidemiológico revela, que desde o início do surto, em dezembro de 2016, até 1° de agosto deste ano, 777 casos de febre amarela foram confirmados, ocasionando 261 óbitos. Outros 2.270 casos foram descartados e 213 permanecem em investigação.

Mesmo com o fim do surto, o Ministério da Saúde frisa a importância das ações de prevenção e de ampliação da cobertura da imunização contra a febre amarela para prevenir novos casos da doença no próximo verão. O Brasil adota o esquema de apenas uma dose da vacina durante toda a vida, de acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).  A vacinação continua sendo a medida mais importante para prevenção e controle da doença, com eficácia de 95% a 99%.

Podendo levar à morte, a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, o vírus é transmitido pela picada de mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de uma pessoa infectada para outra pessoa. Os principais sintomas da doença são, febre alta, dores musculares, náuseas, vômitos, etc. Em casos mais graves, a pessoa infectada pode ter manifestações hemorrágicas.