O projeto social do NEOJIBA - Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia.promove concerto gratuito em Vitória da Conquista neste domingo, 24

 O município de Vitória da Conquista recebe neste domingo, dia 24, a décima e última edição da série Música de Câmara no Interior 2017. O evento gratuito será realizado às 17h, no Centro Cultural Glauber Rocha, e contará com as apresentações dos grupos Wood Tropicales (quinteto de sopros), Orquestra de Cordas do Núcleo Conquista Criança (NEOJIBA), Orquestra Conquista Sinfônica/ARCOS (Associação das Culturas Orquestrais e Sinfônicas) e Coral do Conservatório Municipal.

A ação integra o projeto Caravanas Pedagógicas do NEOJIBA, por meio da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia. No repertório, obras de compositores brasileiros e internacionais, como Luiz Gonzaga, Elomar, Vinícius de Moraes, Baden Powell e Tchaikovsky.

Além do concerto, serão realizadas no sábado, 23 de setembro, oficinas de técnica instrumental (oboé, flauta, clarinete, trompa, fagote, violino e viola) ministradas por multiplicadores do NEOJIBA para alunos do Conservatório Municipal e de projetos da região. Todas as atividades são gratuitas e fazem parte das comemorações dos dez anos do NEOJIBA.

O projeto Caravanas Pedagógicas conta com o patrocínio da Cielo e Cateno, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e Governo Federal, Ordem e Progresso. Em Vitória da Conquista, a iniciativa conta com a parceria da ARCOS-OCS, Conservatório Municipal e apoio da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.

Núcleo Conquista Criança (NEOJIBA)
O Núcleo Conquista Criança foi criado em 2016, como resultado da parceria do NEOJIBA com o Programa Conquista Criança, uma ação da prefeitura do município de Vitória da Conquista, onde está sediado. O Núcleo de Prática Orquestral e Coral atende crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos e desenvolve atividades de iniciação musical e prática orquestral com instrumentos de corda: violas, violinos, violoncelos e contrabaixos.

Para o concerto em Vitória da Conquista, a Orquestra de Cordas do Núcleo contará com 40 músicos. No repertório, estão as obras “Serenata para cordas”, de Tchaikovsky, e “Berimbau”, de Vinícius de Moraes e Baden Powell - esta será executada juntamente com o Coral do Conservatório Municipal e a Orquestra ARCOS.

ARCOS
A ARCOS (Associação das Culturas Orquestrais e Sinfônicas) foi criada em 2016 com a finalidade de manter e representar a Orquestra Conquista Sinfônica – OCS, criada em 2013. O corpo orquestral é formado por voluntários e já desenvolveu atividades de ensino para crianças ligadas à Rede de Atenção da Secretaria de Assistência Social de Vitória da Conquista, entre outras apresentações realizadas na cidade.

João Omar, regente da ARCOS, informa que a orquestra estabeleceu parceria com a Prefeitura Municipal e o programa NEOJIBA para fortalecer sua atuação social a partir da música e agregar iniciativas voltadas para a promoção das culturas sinfônicas. “É uma tarefa desafiadora. Além de realizar concertos e aproximar a plateia da cultura sinfônica, acredito que o conhecimento deva ser compartilhado e que precisamos cultivar a visão de inclusão social. O viés social para nós é muito importante”, explica.

Wood Tropicales
O quinteto de sopros Wood Tropicales é formado por um grupo de cinco amigos que trabalha um repertório que dialoga com o público jovem. Para o concerto Música de Câmara no Interior, em Vitória da Conquista, o grupo apresenta obras como “Tico Tico no fubá”, de Zequinha de Abreu, “Macapaí”, de Luiz Gonzaga, e “Forró Apimentado”, de Armando Batista.

Caravanas Pedagógicas
Iniciado em outubro de 2016, o projeto Caravanas Pedagógicas realiza até outubro 2017 um total de 42 visitas técnicas e oficinas pedagógicas com grupos musicais e orquestrais da Bahia, além de 12 apresentações públicas. Todas as atividades contemplam diretamente mais de 1,3 mil crianças, adolescentes e jovens de projetos orquestrais, sediados em 30 municípios do Estado.

O projeto prevê a formação e concertos de cinco Orquestras Regionais de diferentes Territórios de Identidade da Bahia: Costa do Descobrimento, Extremo Sul, Irecê, Piemonte da Diamantina e Sisal. Cerca de 500 jovens músicos no interior da Bahia integram as cinco Orquestras Regionais, numa média de 100 por grupo, todos pertencentes a projetos sociais e musicais baianos.

Serviço
Música de Câmara no Interior, com Wood Tropicales, Núcleo Conquista Criança (NEOJIBA), Orquestra Conquista Sinfônica/ARCOS e Coral do Conservatório Municipal
Dia 24 de setembro (domingo), às 17h
Vitória da Conquista
Centro Cultural Glauber Rocha (Avenida Brumado, n 41, Vitória da Conquista)

Sobre a Rede de Projetos Orquestrais da Bahia
É um espaço que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical coletiva como meio para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens na Bahia. Atualmente, são 42 projetos, em 36 municípios e 15 Territórios de Identidade do Estado. A Rede procura criar ou potencializar ações que atendam à crescente demanda por apoio pedagógico no campo da formação musical e oferece qualificação em gestão e na criação de projetos musicais no interior do Estado.

Sobre o NEOJIBA
Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.