Mercosul: Brasil vai propor suspensão definitiva da Venezuela, diz ministro

Foto: Rodrigo García/EFE
Mercosul: Brasil vai propor suspensão definitiva da Venezuela, diz ministroO Brasil irá propor que a Venezuela seja suspensa do Mercosul "até que a democracia volte". Foi o que o Ministro das Relações Exteriores e Vice-presidente do PSDB nacional, Aloysio Nunes, afirmou em seu Twitter nesta sexta-feira (4). A próxima reunião de chanceleres do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai ocorrerá neste sábado (5) para avaliar uma nova punição ao país. "É intolerável que nós tenhamos no continente sul-americano uma ditadura. Houve uma ruptura da ordem democrática na Venezuela. E, por consequência, o Brasil vai propor que ela seja suspensa do Mercosul até que a democracia volte. Um governo democrático não pode conviver, de braços cruzados, com uma ditadura ao nosso lado. Essa é minha posição e a posição do Brasil", escreveu Aloysio Nunes em seu Twitter. O Brasil está na presidência temporária do bloco e convocou a reunião extraordinária após a Venezuela ter realizado eleição para a Assembleia Nacional Constituinte. Na reunião de hoje, os chanceleres irão tomar uma decisão com base no Protocolo de Ushuaia, que incluiu uma cláusula democrática que pode levar à suspensão política do país no bloco econômico Mercosul. A cláusula já havia sido acionada pelo grupo em abril deste ano