quarta-feira, 10 de maio de 2017

Ex-prefeito de cidade da Bahia é condenado por não prestar conta de uso de verbas de educação

Foto: Reprudução

O ex-prefeito de Wanderley, no extremo oeste baiano, foi condenado pela Justiça Federal por improbidade administrativa. Biono Roque das Chagas terá que pagar multa correspondente ao valor de duas remunerações, atualizadas, correspondente à época em que comandava o município. Ele foi alvo de uma ação civil pública por irregularidades na prestação de contas de recursos federais repassadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para aplicação no Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar. De acordo com a decisão da juíza Gabriela Ferreira, da Subseção de Barreiras, o ex-prefeito ainda teve os direitos políticos suspensos e está proibido de contratar com o Poder Público por três anos. Para a juíza, a omissão do denunciado não é mera pendência, mas ausência de documento de grande relevância no procedimento administrativo de fiscalização e controle das contas a fim de se verificar a boa, regular e escorreita aplicação do dinheiro público. 

Encruzilhada: bandidos encapuzados assaltam agência dos Correios e deixam dinheiro durante a fuga Nessa terça (21), quatro bandidos arm...