Fachin autoriza investigação contra nove ministros de Temer
por Bruno Luiz


Moreira Franco e Eliseu Padilha serão investigados | Foto: Montagem/ BN

Fachin autoriza investigação contra nove ministros de TemerO ministro Edson Fachin, responsável pela relatoria dos processos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou abertura de inquérito para investigar nove ministros do governo Temer. Serão investigados os ministros Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil; Moreira Franco (PMDB) da Secretaria-Geral da Presidência da República; Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia; Helder Barbalho (PMDB), da Integração Nacional; Aloysio Nunes (PSDB), das Relações Exteriores; Blairo Maggi (PP), da Agricultura; Bruno Araújo (PSDB), das Cidades; Roberto Freire (PPS), da Cultura; e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. De acordo com o Estadão, que teve acesso às decisões, Padilha e Kassab responderão em duas investigações, cada. As investigações, que tramitarão apenas no Supremo, foram baseadas nos depoimentos de 40 dos 78 delatores da Odebrecht. O presidente da República, Michel Temer (PMDB), é citado nos pedidos de abertura de dois inquéritos, mas a PGR não o incluiu entre os investigados devido à “imunidade temporária” que detêm como presidente da República. O presidente não pode ser investigado por crimes que não decorreram do exercício do mandato.