Bahiafarma é autorizada a quebrar monopólio sobre venda de insulina


A Bahiafarma recebeu autorização do Ministério da Saúde para quebrar o monopólio das companhias estrangeiras sobre a venda de insulina destinada aos portadores de diabetes atendidos pelo SUS. Conforme a coluna Satélite, do jornal Correio, o sinal verde foi dado pelo ministro da pasta, Ricardo Barros, que concedeu ao laboratório público da Bahia a liberação para firmar Parceria para Desenvolvimento Produtivo (PDP) com a empresa ucraniana Indar, voltada à fabricação no Brasil de insulina de origem animal e dos chamados análogos, criados por meio de engenharia genética.
A PDP, que obriga a Indar a transferir para a Bahiafarma a cadeia tecnológica usada na produção, é o primeiro passo para resolver as constantes faltas de insulina nas unidades públicas de saúde em todo o território nacional, um dos mais graves problemas enfrentados atualmente pelo SUS.
Outra vantagem da fabricação no país é a redução dos altos preços cobrados pelos laboratórios estrangeiros sobre seus produtos importados. Apenas os portadores de diabetes tipo 1, dependentes regulares de insulina, representam um universo de 600 mil brasileiros.

Por: Bahia Ponto Ba