Rodrigo Maia avalia que será difícil aprovar projeto de socorro aos Estados

Foto: Agência Brasil
Rodrigo Maia avalia que será difícil aprovar projeto de socorro aos EstadosO projeto de recuperação fiscal para os Estados em situação de calamidade, como é o caso do Rio de Janeiro, deve entrar em pauta na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (21). Mas o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já prevê que não será fácil a aprovação. "Nós temos um problema. (...) A gente sabe que é difícil, não adianta a gente negar. Mas o nosso papel é dialogar e encontrar um caminho", declarou o deputado federal, segundo a Folha de S. Paulo. O maior impasse está nas contrapartidas que o governo federal vai exigir para suspender o pagamento das dívidas dos Estados por até seis anos. A União também pretende assumir um controle rigoroso de despesas, privatizações e elevação da contribuição previdenciária de servidores.  Mesmo com esse cenário, Maia espera que o projeto seja aprovado até março. Em dezembro do ano passado, a Câmara aprovou o texto sem contrapartidas, mas o presidente Michel Temer (PMDB) vetou a ajuda aos Estados falidos.