Com greve de policiais, Espírito Santo registra mortes e assaltos

Foto: Reprodução / TV Globo
Com greve de policiais, Espírito Santo registra mortes e assaltosMais de 60 pessoas foram assassinadas desde o sábado (5) no Espírito Santo, a partir do início da greve de policiais que ocorre no estado, de acordo com balanço do Sindicato dos Policiais Civis. Segundo informações do portal G1, sem o policiamento nas ruas, as escolas e postos de saúde estão fechados pelo segundo dia. Os ônibus do sistema Transcol também não estão circulando na região metropolitana da capital, Vitória, formada por sete municípios. A pedido do governo ao Ministério da Defesa e ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, foram enviadas equipes da Força Nacional e do Exército ao estado. Além das mortes, também foram registrados assaltos em pontos de ônibus e roubos de veículos e saques em lojas. Ao todo, já há 200 ocorrências na delegacia de furto de veículos da capital. “É uma situação gravíssima. Nós temos um serviço público essencial que é o serviço de segurança pública, de policiamento ostensivo. Esse serviço não pode parar”, disse André Garcia, secretário estadual de Segurança. O movimento começou na última sexta-feira (3), a partir de uma mobilização de familiares dos policiais. Com a paralisação, a polícia pede melhores condições de trabalho da corporação no estado.

Veja abaixo vídeo que reúne registro de saques e assaltos ocorridos após o início da greve.