Carnaval de Salvador: Em golpe, homem vende camarotes de Salvador e não entrega camisas; delegada pede prisão

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Em golpe, homem vende camarotes de Salvador e não entrega camisas; delegada pede prisãoFoliões que buscavam entradas para dois dos camarotes mais caros do circuito Dodô (Barra-Ondina), no Carnaval de Salvador, foram vítimas de um golpe. De acordo com a Polícia Civil, Henrique Queiróz Muniz de Araújo Goes, de 23 anos, teria vendido as camisas por um preço mais baixo e no dia da entrega, prevista para a última quarta-feira (22), não apareceu. As vítimas contaram à polícia que fizeram a transação por meio de um aplicativo de mensagens e que o dinheiro foi depositado em uma conta corrente fornecida pelo golpista. Avaliado em cerca de R$ 50 mil, o golpe foi aplicado em ao menos 20 pessoas. A titular da 16ª Delegacia Territorial da Pituba (DT), delegada Maria Selma Lima, solicitou à Justiça nesta segunda-feira (27) o mandado de prisão preventiva contra Henrique. Uma segunda pessoa, que não teve o nome revelado, é apontada como responsável por intermediar o contato entre Henrique e as vítimas, e também está sendo procurada.