Bahia: 10 NOS DO ÁGUA PARA TODOS: governo já investiu R$ 4,8 bilhões em água tratada


A Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), coordenadora executiva do comitê gestor do Água Para Todos, celebrou os 10 anos de existência do programa realizando um balanço das ações e investimentos realizados pelo Governo do Estado desde a sua criação em 2007. 
Criado com o objetivo de beneficiar milhares de baianos com acesso a agua tratada e esgotamento sanitário, o programa, que hoje se encontra em seu terceiro ciclo (2016-2019), já investiu R$ 4,8 billhões em sistemas de abastecimento de água e R$ 2,9 milhões em saneamento básico. 
O balanço apresentado pela Cerb incluiu as cinco linhas de ação existentes no Água Para Todos: abastecimento de água; esgotamento sanitário; projetos socioeconômicos e meio ambiente; saneamento integrado e estudos estratégicos. 
Com o programa, na Bahia, a água deixou de ser esperança para virar realidade, superando todas as expectativas do Governo do Estado. 
No segmento de abastecimento de água foram implantados 5.901 sistemas; perfurados 5.123 poços tubulares profundos; instaladas 334.65 cisternas e efetuadas 26. 142 Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD). 
No semiárido, onde a segurança hídrica merece maior atenção, já foram implantados 3.845 sistemas simplificados de abastecimento, beneficiando cerca de 693 mil pessoas, com investimentos na ordem de R$ 770 milhões.
Observou-se no período de 2010 a 2014 uma evolução sobre as obras de saneamento, fato este alavancado por programas da esfera federal, a exemplo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na área de saneamento. Entretanto, em 2015, estes investimentos obtiveram uma queda de 40% para abastecimento de água e 27% para esgotamento sanitário, influenciado, assim, por toda conjuntura política e econômica do País.
Nas questões relacionadas ao saneamento integrado, foram investidos R$ 12,9 milhões entre 2007 e 2015, beneficiando 30 mil pessoas, sendo que a maior parcela deste recurso foi direcionado a Salvador e região metropolitana, no valor de R$ 7,9 milhões.
No balanço em 2016, o resultado mostrou que na linha de ação abastecimento de água foram investidos R$ 387,8 milhões, 664 mil pessoas passaram a ter acesso à água potável e 309 municípios contemplados. Em esgotamento sanitário, cerca de R$ 234,7 milhões foram aplicados, beneficiando 335 mil habitantes em 42 municípios distribuídos no Estado da Bahia. 

Informações da Secom-BA