Itamaraju: Detentos aparecem ostentando armas e com refém em rede social; veja vídeo
Itamaraju: Detentos aparecem ostentando armas e com refém em rede social; veja vídeo
Foto: Reprodução / Youtube

Presos da delegacia de Itamaraju fizeram selfies e postaram vídeo em rede social durante motim que aconteceu no interior da unidade policial neste fim de semana. A confusão começou após um detento passar mal, e só foi controlada cerca de três horas depois. Em um dos vídeos, os homens aparecem ostentando armas e mantendo um dos detentos como refém. Nas imagens que estão disponíveis no Youtube, os presos ameaçam um dos internos da unidade prisional, ele aparece enrolado em lençóis. De acordo com a polícia, o refém é um detento que aguarda julgamento na carceragem e é acusado de estupro. O delegado, Bernardo Pacheco, confirmou ao G1, que o vídeo foi gravado pelos próprios detentos durante a confusão. Em outro trecho do vídeo, um preso exige melhorias. “Não invada com maldade com a gente, se invadir com maldade, ele vai morrer. Vamos negociar, queremos melhorias. Queremos transferência para o presídio, porque o preso passou mal aqui e vocês não atendem”, relatou um dos detentos. A polícia acredita que a situação foi armada pelos próprios presos, eles estariam simulando que o colega era refém. Não houve feridos na rebelião. Um dos detentos envolvidos no motim postou fotos e outro vídeo em sua página no Facebok, onde aparece com o nome de ‘Marlon Blak Dii’. A polícia civil confirmou a participação do homem nos atos na delegacia. O detento que responde por tráfico de drogas, aparece nas imagens com rosto coberto ao lado de colegas e com a legenda ‘nós que é o controle da situação’. Em em outra mensagem publicada, o preso diz aos amigos que irá se afastar das redes sociais por um período “Vamos ficar sem se falar por alguns dias, mas não esqueça que eu te amo meu amor K.M”, afirmou o detento. Em seguida, ele posta o vídeo da confusão, onde os presos aparecem destruindo parte da estrutura das celas e gritando. Pouco tempo antes da rebelião, ele aparecia em uma selfie sorrindo ao lado de um colega de cela. Em outra imagem o homem é visto fumando. A polícia informou ainda, que todas as armas e celulares que aparecem nas imagens foram apreendidos, e que o motim está sendo investigado.