Foto de bebê morto após naufrágio em rio de Mianmar provoca comoção internacional

Foto de bebê morto após naufrágio em rio de Mianmar provoca comoção internacional
Foto: Reprodução / Facebook / Ro Sadak

A foto de um bebê morto depois de um naufrágio no rio Naf, em Mianmar, provocou comoção internacional. Na imagem, Mohammed Shohayet, de 16 meses e etnia Rohingya, aparece caído na lama, de barriga para baixo. A posição e o contexto lembram o caso do menino sírio Aylan Kurdi, de três anos, encontrado morto depois de um naufrágio em uma praia da Turquia, em 2015. Na embarcação onde viaja Mohammed estavam ainda seus pais, um irmão de três anos e um tio. Apenas o pai, Zafor Alam, sobreviveu. A família tentava fugir para Bangladesh por causa da perseguição étnica sofrida em Mianmar. A etnia muçulmana é uma das minorias mais perseguidas do mundo, de acordo com o G1, e o governo considera os rohingyas como imigrantes ilegais. Desde outubro, 50 mil muçulmanos da etnia fugiram do país para escapar de uma operação do exército birmanês, lançada em resposta ao ataque de postos fronteiriços da região por grupos armados.