Casos suspeitos de febre amarela chegam a 48 em Minas Gerais
Casos suspeitos de febre amarela chegam a 48 em Minas Gerais
Foto: Reprodução / Pixabay

São 48 casos suspeitos de febre amarela em Minas Gerais. O número mais do que dobrou nos primeiros dias de 2017; em 2016 o número registrado era de 23. Do total, 16 são casos prováveis, ou seja, pacientes com quadro clínico suspeito e que obteve positivo em um primeiro exame para o vírus. Outro número registrado foi o de óbitos suspeitos, totalizando 14 notificações, das quais oito tiveram um primeiro exame positivo.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por mosquitos. Ela pode ser categorizada de duas formas: febre amarela urbana, quando é transmitida pelo Aedes aegypti; ou febre amarela silvestre, quando transmitida pelo Haemagogus e Sabethe. que são outros tipos de mosquitos.

A febre amarela não se transmite entre pessoas, sendo transmitida apenas pela picada do mosquito e, por isso, a única medida de prevenção para a febre amarela é através da vacinação. Veja quando deve ser feita a vacina contra febre amarela.

Sintomas iniciais de febre amarela:

Febre alta;
Mal-estar geral;
Dor em todo o corpo e dor muscular, principalmente nas costas e joelhos;
Sensibilidade à luz;
Náuseas e vômitos;
Perda de apetite;

Tonturas