Caixa-preta de avião em que Teori morreu foi danificada pela água do mar, diz FAB

Foto: Reprodução / TV Globo
Caixa-preta de avião em que Teori morreu foi danificada pela água do mar, diz FABA caixa-preta que registrou os dados do avião em que viajava o ministro Teori Zavaski, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi danificada no contato com a água do mar, informou o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), ligado à Aeronáutica. A aeronave caiu na última quinta-feira (19), no litoral de Paraty, a dois metros da cabeceira da pista. No acidente, morreram os quatro passageiros e o piloto. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), a parte chamada de “base” da caixa-preta, que contém cabos e circuitos que fazem a ligação com os dados armazenados, foi danificada pela água salgada. Porém, segundo o G1, a FAB garante que a parte que contém o gravador de voz é “altamente protegida” e não foi afetada. O instrumento está em Brasília desde sábado (21) e deve passar primeiro por uma espécie de “forno”, para que seja seco. Só depois, o Cenipa deve começar a investigação sobre os dados encontrados. Até o momento, não há garantias de que há registro de voz no voo. Os destroços da aeronave já foram içados do mar e serão levados para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, onde vão passar por perícia da Aeronáutica.