ACM Neto "Hipótese de impeachment de Temer 'não deve sequer ser discutida'


Hipótese de impeachment de Temer 'não deve sequer ser discutida', diz Neto
Foto: Valter Pontes/Agecom

O prefeito ACM Neto defendeu que a hipótese do impeachment do presidente Michel Temer, cujo pedido será protocolado nesta segunda-feira (28) pelo PSOL (clique aqui), ‘não deve sequer ser discutida’. “Acho que é uma coisa absolutamente descabida, nós estamos vivendo um momento ainda muito tenso da política nacional, vamos ter aí muita turbulência pela frente. O Brasil precisa de estabilidade. O país não suportaria duas quedas de governo em menos de um ano. Acho que é uma coisa absolutamente inconcebível, que não deve sequer ser discutida”, afirmou o democrata, neste domingo (27). O pedido de impedimento foi cogitado pela oposição após vir à tona a denúncia do ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, de que o presidente também o teria pressionado para resolver a questão do empreendimento La Vue (entenda), em Salvador, após o pedido do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Neto defende que o momento atual, após o afastamento definitivo da presidente Dilma Rousseff, é de trabalhar para o enfrentamento da crise. “A gente sabe que tinha gente que era contra o impeachment, mas ele já aconteceu. Nós já temos um novo governo, é uma questão muito objetiva. Agora é trabalhar com essa realidade e fazer o maior esforço possível para o Brasil dar certo, que é o que nós precisamos para sair da crise”.  Também presente no hasteamento da Bandeira Azul, na Ilha dos Frades, o ex-ministro Jaques Wagner, recém-empossdo coordenador executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (Codes) (saiba mais), também defendeu que não ocorra um processo de impeachment (veja aqui). por Júnior Moreira / Luana Ribeiro (Bahia Notícias)