'Hidra de Lerna': Operação da Polícia Federal cumpre mandados em Salvador

'Hidra de Lerna': Operação da Polícia Federal cumpre mandados em Salvador
Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (4) a Operação Hidra de Lerna, que investiga grupo criminoso responsável pelo financiamento ilegal de campanhas políticas na Bahia e de fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades. A operação cumpre 16 mandados de busca e apreensão na Bahia, no Rio de Janeiro e Distrito Federal e, em razão de os investigados terem foro privilegiado, foram todos deferidos pela ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A operação deriva de três colaborações de investigados na Operação Acrônimo e de dois inquéritos já no STJ. Entre as linhas de investigação está a suspeita de que os investigados realizassem triangulações para financiamento ilegal de campanhas eleitorais: uma empreiteira investigada contratava de maneira fictícia empresas do ramo da comunicação especializadas na realização de campanhas políticas, remunerando serviços prestados a partidos políticos, não à construtora. Em outro caminhoo, a PF investiga a ocorrência de fraudes em licitações e contratos no Ministério das Cidades. O nome Hidra de Lerna faz referência à figura da mitologia helênica que, ao ter a cabeça cortada, ressurge com duas.