Anagé: TSE confirma vitória de Zite , mas poderá acontecer uma  nova eleição  

Pela coligação “Unidos por uma Anagé melhor” [PDT / SD / PMDB / PRB / PP / PSB], a advogada Elen Zite Pereira dos Santos conquistou 5.677 votos nestas Eleições 2016, representando 94,27% do eleitorado, tendo em vista que o outro candidato deferido pelo Tribunal Superior Eleitoral para concorrer ao pleito do domingo (2), Nivaldo Marques de Araújo Junior, do Partido Verde, somou 345 sufrágios, com o percentual de 5,73%. A prefeita Andrea Oliveira Silva, da “Anagé para todos” [PT / PROS] teve 5.307 apoios nas urnas, no entanto a sua condição era inelegível e teve os seus votos anulados. Da mesma forma ficou o ex-prefeito Elbson Dias Soares, com a “Pra resgatar Anagé” [PTB / PSD].

Foto: Blog do Anderson
anage

Ele conquistou 2.378 votos. Agora o que circula pelos bastidores é a possibilidade de novas eleições nesta cidade que fica a 48 quilômetros de Vitória da Conquista. A alegação é que a soma dos votos de Andreia, Bibi Soares e Nivaldo Marques ultrapassa a 50% do eleitorado anageense. Zite teria que ter pelo menos 50% mais um sufrágio. Caso seja confirmada a decisão pelo indeferimento dos registros de Andrea e Bibi, os votos recebidos serão anulados pela Justiça Eleitoral, em conformidade com o parágrafo 3º do artigo 175 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). O dispositivo estabelece que: “Serão nulos, para todos os efeitos, os votos dados a candidatos inelegíveis ou não registrados”. Nenhum dos quatro ex-candidatos ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas advogados iniciaram seus trabalhos junto à Justiça Eleitoral.