Prefeito candidato à reeleição sofre atentado em cidade de Minas Gerais


Por: Estado de Minas
Os eventos do candidato podem ser cancelados, segundo o presidente do partido. Foto: Facebook/Reprodução

Foto: Facebook/Reprodução

O carro do candidato, conhecido como Gil, foi alvo de vários disparos de arma de fogo

O prefeito de Minas Novas, na Região do Vale do Jequitinhonha, sofreu um atentado na comunidade do Barreiro, na Zona Rural da cidade, nessa quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar (PM), o candidato à reeleição pelo Partido Popular Socialista (PPS), Gilberto Gomes da Silva, de 37 anos, conhecido como Gil, estava com quatro pessoas em um Fiat Uno usado na sua campanha quando o crime aconteceu.

Segundo a PM, uma motocicleta com dois homens ultrapassou o veículo do prefeito em alta velocidade e, neste momento, o passageiro da moto fez os disparos contra o carro. O motorista do Fiat tentou atingir a motocicleta, mas o suspeito desviouo veículo, fez novos disparos e fugiu. Ainda segundo os militares, os disparos atingiram as portas traseira e dianteira, além do parabrisa do carro. Ninguém ficou ferido e o prefeito se abrigou em um bar da comunidade enquanto a viatura da PM chegava ao local.

A motivação do crime ainda é desconhecida. O caso foi encaminhado para a delegacia de Minas Novas e o carro será analisado pela perícia. A reportagem do em.com.br entrou em contato com a Prefeitura de Minas Novas e foi informada que a equipe do prefeito estava reunida para decidir as medidas protetivas ao candidato.

Segundo o presidente do partido (PPS), o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade. “Estamos planejando cancelar todos os eventos do prefeito para garantir a sua segurança. Ainda não sabemos a motivação do crime. É prematuro dizer as razões do que aconteceu, pois o candidato não tem problemas com as pessoas. Mas, pode sim ter relação com a campanha eleitoral”, disse.