Eleições 2016: Foragido, prefeito de Montes Claros obtém liminar para manter campanha
Foto: Divulgação
Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

Foragido da Justiça, afastado de suas funções públicas e com sua candidatura indeferida, o prefeito de Montes Claros (MG), Ruy Muniz, não desistiu de sua reeleição e obteve segunda-feira (19) uma liminar que lhe permite manter sua campanha eleitoral enquanto o cancelamento de sua chapa não for julgado em definitivo. >>>>>>

Na última sexta-feira (16), o candidato à vice na coligação de Muniz, Danilo Fernando Macedo (PMDB), protocolou na Justiça Eleitoral seu pedido de renúncia à candidatura. Conforme a legislação eleitoral, a chapa só pode ser alterada até 20 dias antes da eleição, ou seja, o prazo terminou no dia 12 de setembro. Por esta razão, a desistência do vice levou o juiz Antônio Rosa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) a indeferir a candidatura da chapa da completa.

No entanto, o prefeito afastado entrou com um pedido de liminar, que foi deferido hoje pelo juiz Carlos Roberto de Carvalho. O magistrado destacou que “o candidato sub judice poderá efetuar todos os atos relativos à campanha eleitoral”. Dessa forma, Ruy Muniz garantiu a continuidade de sua campanha, mas o indeferimento de chapa ainda será julgado. O prefeito ainda não anunciou quem será seu novo vice. O nome precisa ser filiado a um dos dez partidos que integram a coligação: PSB, PMDB, SD, PTB, PTC, PRB, PPL, PMN, PHS e PRTB.

Em seu site de campanha, Muniz comemorou a decisão. “É com muita alegria que comunico a todos que recuperamos judicialmente o direito de prosseguir a campanha. Agora, gente, mais do que nunca, contamos com cada um de vocês rumo à vitória de todos que acreditam numa Montes Claros melhor”, escreveu.