Acusações de Odebrecht têm anexos apenas sobre políticos do PMDB

As informações prestadas em delação pelo empresário Marcelo Odebrecht a procuradores no âmbito da Operação Lava Jato já produzem aproximadamente 30 anexos, alguns com conteúdo apenas com políticos do PMDB sobre recebimento de propina do esquema de corrupção que atingiu a Petrobras.
Nos documentos resumidos pelos advogados para serem entregues aos procuradores o ex-presidente da construtora aponta pagamento de caixa 2 e documentos da contabilidade da Odebrecht que, diz ele, podem comprovar o caráter ilícito dos valores repassados e o envolvimento de políticos.
O material do setor de operações estruturais, o 'departamento da propina', será cruzado com as informações prestadas por Marcelo e por outros possíveis delatores da Odebrecht.
De acordo com publicação do Valor PRO, contudo, o empresário não deve prestar mais depoimentos no âmbito da Lava Jato nesta semana, porque os investigadores ainda estão avaliando a 'qualidade' das informações prestadas até então. 

Por: Brasil 247