Ministro da saúde propõe projeto dos sonhos das operadoras privadas
Marcelo Camargo/Agência Brasil: <p>Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, participa de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)</p>
Ricardo Barros defendeu a criação de planos de saúde mais baratos para reduzir a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS); “Isso renderia mais conforto para a população que quer um plano de saúde e não pode arcar com os custos”, disse; o plano, que vai ser entregue à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), beneficia operadoras privadas; “Eu trabalho com a realidade que temos no Brasil. O orçamento é finito. Não há recursos ilimitados”

Brasil 247 - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, defendeu nesta quarta-feira, a criação de planos de saúde mais baratos para reduzir a demanda do Sistema Único de Saúde (SUS). “Isso renderia mais conforto para a população que quer um plano de saúde e não pode arcar com os custos”, disse, ao “Estado”.

O plano que vai ser entregue à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) beneficia operadoras privadas.

Barros afirma que a ampliação do setor de saúde suplementar ajudaria a reduzir a pressão no sistema de saúde, sobretudo em um momento em que o País vive uma crise fiscal. “Eu trabalho com a realidade que temos no Brasil. O orçamento é finito. Não há recursos ilimitados” – leia aqui.