terça-feira, 31 de maio de 2016

Ministro da Transparência decide sair do cargo após vazamento de gravação
Ministro da Transparência decide sair do cargo após vazamento de gravação
Foto: Wikimedia Commons
O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, pediu demissão do governo Temer. A decisão do político foi anunciada em uma carta enviada na noite desta segunda (30). Silveira teria tomado a decisão depois de conversa com o presidente interino. Segundo informações da Folha, Temer afirmou em telefonema “ter confiança no ministro”, mas minimizou a gravação divulgada no domingo (29), em que Silveira orienta investigados na Operação Lava Jato enquanto era conselheiro do CNJ (Conselho Nacional de Justiça). Ainda segundo a Folha o ministro ficou preocupado com a reação dos funcionários públicos da pasta, que fizeram protestos nesta segunda-feira (30) pela sua saída e colocaram os cargos à disposição. A publicação também confirmou que dois servidores que ocupam cadeiras de comando em seus estados ameaçam deixar as posições: Adilmar Gregorin, chefe de unidade na Bahia, e Roberto Viégas, que ocupa o mesmo posto em São Paulo."Dificilmente Silveira conseguirá se manter no cargo", teria dito um aliado de Temer.

Cândido Sales: Prefeita Lora Pontes participa de Marcha dos prefeitos em Brasilia A prefeita Lora Pontes e comitiva participaram da Marcha...