quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Governador de Rondônia é levado para depor em operação da PF
Governador de Rondônia é levado para depor em operação da PF
Foto: Divulgação
Reeleito governador do estado de Rondônia, Confúncio Moura (PMDB) depôs na manhã desta quinta-feira (20) na Polícia Federal (PF) do Estado. A ação faz parte do cumprimento do mandado de condução coercitiva pela PF – quando a pessoa não é presa, mas é obrigada a prestar depoimento – que intimou mais 192 pessoas após investigações da Operação Plateiras, que apontam formação de uma quadrilha suspeita de desviar R$ 57 milhões apenas no estado nortista. Mandados também foram cumpridos no estado da Bahia, além de Goiás, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe. A investigação deflagrada nesta quinta começou em 2012 e apura o suposto favorecimento de campanhas eleitorais por empresas que participaram de licitações no governo. Em troca, as companhias envolvidas no esquema venciam o certame.

Empresário baiano do ramo farmacêutico vira foragido da Polícia Federal
Empresário baiano do ramo farmacêutico vira foragido da Polícia Federal
Foto: Reprodução
Um empresário baiano do ramo farmacêutico se encontra foragido após deflagrada a Operação Plateiras nesta quinta-feira (20), da Polícia Federal (PF). Ele foi um dos intimados por um mandado de condução coercitiva – quando a pessoa não é presa, mas é obrigada a prestar depoimento – porém, não foi localizado pela polícia. O governador do estado de Rondônia, Confúncio Moura (PMDB), também foi intimado e precisou prestar depoimento nesta quinta. A operação investiga a formação de uma quadrilha suspeita de desviar R$ 57 milhões somente no estado de Rondônia, onde a operação foi deflagrada. A Bahia foi um dos destinos da PF, que também cumpriu mandado em Goiás, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe.

Bahia Notícias
Combate à corrupção nunca foi tão firme e severo como neste governo, diz Dilma
Combate à corrupção nunca foi tão firme e severo como neste governo, diz Dilma
Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR
A presidenta Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira (20) que o governo não faz qualquer tipo de pressão para inibir investigações sobre casos de corrupção no país. Sem citar casos específicos, Dilma disse que a Polícia Federal e o Ministério Público estão investigando corruptos e corruptores e que o combate à corrupção nunca foi tão firme e severo como em seu governo. “A Polícia Federal, o Ministério Público e instituições do estado brasileiro estão investigando corruptos e corruptores e não há qualquer tipo de pressão do governo para inibir as investigações. Não tenho, nunca tive e nunca terei tolerância com corruptos e corruptores. Queremos a investigação em toda sua integralidade. O Brasil sairá muito mais forte desse processo, mais forte ainda por respeitar as regras do Estado de Direito em que vivemos”, disse ao discursar na 2ª Conferência Nacional de Educação (Conae). A presidenta também falou sobre economia e citou sua participação na semana passada, na Austrália, da reunião do G20, que reúne as maiores economias do mundo. Durante o encontro ficou claro que os efeitos da crise financeira internacional ainda serão sentidos por algum tempo. Segundo ela, no Brasil, o governo vai trabalhar para que essa crise não se traduza em desemprego, recessão e sofrimento para os trabalhadores. “Com o final da campanha eleitoral, a verdade começa aparecer com mais clareza, a inflação está sob controle, há sinais de recuperação do crescimento e a renda do trabalhador continua subindo”, disse. A Conae se estenderá até domingo (23). Participam educadores, pesquisadores, gestores públicos, parlamentares e representantes de organizações e entidades sociais ligadas à área, que debaterão o futuro da educação, da creche à pós-graduação. O documento a ser discutido teve origem em emendas apresentadas durante as conferências estaduais e distrital.
Fundador das Casas Bahia, Samuel Klein morre aos 91 anos em SP

Empresário estava internado no Hospital Albert Einstein.
Klein morreu de insuficiência respiratória.

Samuel Klein em dezembro de 2004, O proprietário e fundador das Casas Bahia, Samuel Klein (d), na abertura da 'Super Casas Bahia', no Pavilhão do Anhembi, Zona Norte de São Paulo (Foto: Eduardo Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo)Klein em dezembro de 2004. (Foto: Eduardo
Nicolau/Estadão Conteúdo/Arquivo)

Do G1 São Paulo
Samuel Klein, o fundador da rede de lojas de departamento Casas Bahia, morreu na manhã desta quinta-feira (20) em São Paulo. Ele estava internado há 15 dias no Hospital Albert Einstein. O corpo está sendo velado no Cemitério Israelita do Butantã, onde também ocorrerá o enterro.
Samuel Klein havia completado 91 anos em 15 de novembro. Polonês naturalizado brasileiro, ele deixou a Europa durante a Segunda Guerra Mundial e se estabeleceu em São Caetano do Sul, no ABC.
Nascido em Lublin em 1923, ele foi o terceiro de nove irmãos. Chegou a ser preso aos 19 anos pelos nazistas e enviado com o pai para o campo de concentração em Maidanek, na Polônia, enquanto a mãe o cinco irmãos foram exterminados no campo de Treblinka.
Irmão de Mário Negromonte se entregará à PF na próxima semana
O irmão do conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM) Mário Negromonte, Adarico Negromonte Filho, deverá se entregar à Polícia Federal (PF) na próxima semana, de acordo com a advogada Joyce Roysen, em entrevista ao G1. Adarico é considerado foragido pela PF, após ter a prisão decretada na semana passada. Além dele, estava foragido o empresário Fernando Soares conhecido como Fernando Baiano, que já se entregou à polícia. Segundo a advogada do irmão de Mário Negromonte, o cliente aguarda decisão do Ministério Público Federal sobre o pedido de revogação da prisão. “Como o prazo vence só na segunda, eu imagino que entre segunda e terça deve haver uma decisão. Independentemente da decisão, o Adarico vai se apresentar. Isso é importante. Ele sequer foi procurado. A Polícia Federal não cumpriu o mandado de prisão expedido no endereço em que ele mora há 30 anos. [...] Com certeza ele se apresentará entre segunda e terça-feira”, afirmou a advogada.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Educação: PRONATEC oferece vagas para cursos profissionalizantes em Conquista

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Quem estiver em busca de capacitação profissional deve ficar atento às vagas para cursos disponibilizadas por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Os cursos são para eletricista predial de baixa tensão, ajudante de obras, pintor de obras e aplicador de revestimento cerâmico. Para participar, os interessados devem ser maiores de 18 anos e ter cursado pelo menos o Ensino Fundamental I. As aulas podem ocorrer nos três turnos, a depender do curso escolhido. Para se inscrever, basta comparecer à Secretaria Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico (Semtre), localizada na avenida Bartolomeu de Gusmão, nº 744, Jurema. Candidatos às vagas devem estar munidos dos seguintes documentos: originais e cópias de RG, CPF e Número de Identificação Social (NIS), comprovantes de residência e de escolaridade e número de conta bancária na Caixa Econômica Federal. -
Touro gay é salvo por doação do criador de "Os Simpsons"
Touro gay é salvo por doação do criador de "Os Simpsons"
Foto: Reprodução
O touro Benji foi salvo da morte após grupos de defesa animal e uma revista gay conseguirem juntar dinheiro para comprá-lo do atual dono. O touro gay irlandês iria para o matadouro porque não foi capaz de fecundar nenhuma das vacas do rebanho. De acordo com a AFP, mais de 250 pessoas, incluindo Sam Simon, um dos criadores da série de televisão "Os Simpsons", foram responsáveis pela colaboração. Inclusive, Simon fez a maior doação de todas - cerca de R$ 20 mil. "Todos os animais têm um destino terrível no comércio da carne, mas matar este touro só porque é gay teria sido uma dupla tragédia", afirmou Simon.
Brumado: Homem com canivete invade Caixa querendo prêmio da Mega Sena
Brumado: Homem com canivete invade Caixa querendo prêmio da Mega Sena
Foto: Lay Amorim / Brumado Notícias
Um homem invadiu a agência da Caixa Econômica Federal de Brumado, sudoeste baiano, armado com um canivete e exigindo o prêmio da Mega Sena, que ele supostamente havia ganhado. Segundo informações do site Brumado Notícias, a ação causou pânico entre os clientes e a gerência acionou a polícia. Descontrolado, ele tentou agredir os policiais militares que realizavam patrulha no centro comercial, que tiveram de usar da força para contê-lo. Investigação da polícia dá conta de que o homem sofre de distúrbio mental e é o mesmo que em maio de 2013 apedrejou a vidraçaria da agência. A polícia o encaminhou ao Hospital Professor Magalhães Neto, onde ele tomou calmante e foi conduzido à delegacia com o canivete utilizado na ação.
Presidente da Mendes Jr. diz que foi extorquidoPresidente da Mendes Jr. diz que foi extorquido
Foto: Reprodução
O empresário Sérgio Mendes, presidente da Mendes Jr, afirmou à Polícia Federal que foi extorquido pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e pelo doleiro Alberto Youssef, alvos da Operação Lava Jato. Mendes disse que pagou R$ 8 milhões em quatro parcelas, entre janeiro e setembro de 2011, para que não houvesse rompimento do contrato de uma importante obra da Petrobras, a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná. O empresário disse que "foi pressionado a fazer os pagamentos, sob pena de ter rompidos o atual contrato e futuros". Sérgio Mendes foi preso em regime preventivo sexta feira, 14, pela Operação Juízo Final, sétima fase da Lava Jato. Ele declarou à PF, em Curitiba - base da Lava Jato - que o doleiro "agia em nome do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa". O criminalista Marcelo Leonardo, que defende Sérgio Mendes, informou que vai tentar derrubar o decreto de prisão por meio de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4).

por Ricardo Brandt e Fausto Macedo | Estadão Conteúdo
Rui Costa pretende extinguir três secretarias na máquina estadual
Rui Costa pretende extinguir três secretarias na máquina estadual
Foto: Divulgação
O governador eleito Rui Costa (PT) irá enxugar a máquina estadual extinguindo, pelo menos, três secretarias e mais alguns órgãos. A informação é da coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde. A roda de conversas com os presidentes de partidos aliados já se iniciou para saber o que eles querem do governo. A promessa do governador eleito é que o secretariado seja apresentado até o dia 10 de dezembro, de uma única vez. O petista afirmou que já cogita nomes para ocupar certas secretarias, da cota "pessoal", contudo, ainda não houve uma conversa oficial sobre a questão. 

Lava Jato: Justiça libera 11 e mantém cinco executivos presos
Lava Jato: Justiça libera 11 e mantém cinco executivos presos
Renato Duque é um dos que continuam presos| Foto: Agência Brasil
O juiz federal responsável pela Operação Lava Jato, Sergio Moro, decidiu que a prisão temporária do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque fosse convertida em preventiva e que 11 entre os presos fossem colocados em liberdade, de acordo com informações do G1. Foram soltos entre as 22h35 e 23h desta terça: Valdir Carreiro e Otto Sparenberg (diretores da Iesa); Othon Zanoide e Ildefonso Colares (diretor da Queiroz Galvão), Alexandre Barbosa (OAS), Jayme de Oliveira Filho (sem empresa específica, ligado ao doleiro Alberto Youssef), Walmir Santana, Carlos Alberto da Costa e Silva e Ednaldo Alves da Silva (todos da UTC), Newton Prado Junior e Carlos Eduardo Strauch (diretores da Engevix). Além de Renato Duque, tiveram as prisões preventivas decretadas: o presidente da UTC, o baiano Ricardo Pessoa; o presidente da OAS, José Aldemário Pinheiro Filho, e o funcionário da mesma empresa, Mateus Coutinho de Sá Oliveira; o presidente da Camargo Corrêa, Dalton Santos Avancini e o chefe do Conselho de Administração da empreiteira, João Ricardo Auler. 

Lula quer emplacar Wagner na presidência da Petrobras

Foto: Divulgação

Jaques Wagner (PT) e o ex-presidente Lula (PT)
O ex-presidente Lula defendeu o nome do atual governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), para assumir a presidência da Petrobras. Segundo Lula, a reforma ministerial do novo governo Dilma deve passar imediatamente pela substituição de Graça Foster. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, seria uma tentativa de evitar que o escândalo se instale de vez no Palácio do Planalto. Os petistas se encontraram ontem, reservadamente, no Instituto Lula, em São Paulo. Ainda segundo a Folha, Lula está incomodado com a falta de estratégia de defesa da Petrobras. Apesar do ex-presidente e aliados defenderam a ida de Wagner para o comando da estatal, Dilma tem outros planos para o petista. Um ministério palaciano é uma de suas propostas.

Juiz indefere segredo de Justiça em audiência sobre Eike

Foto: Aline Massuca

Empresário Eike Batista
O juiz da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, Flavio Roberto de Souza, indeferiu nesta tarde de terça-feira, 18, o pedido da defesa de Eike Batista para que a audiência em que o empresário é acusado de crimes contra o mercado de capitais corresse em segredo de Justiça. Os advogados alegaram que a defesa do empresário seria cerceada, mas o juiz considerou que os fatos em discussão são públicos e já foram amplamente noticiados. “Indefiro segredo de Justiça em relação aos fatos narrados pela denúncia, que já é de conhecimento público e não interfere na privacidade do acusado”, disse o juiz. O sigilo de documentos que fazem parte do processo foi mantido pelo magistrado. O juiz chegou às 14h24 ao auditório e deu início à sessão. O magistrado explicou que, devido ao grande número de testemunhas, apenas um grupo, de cinco testemunhas de acusação, será ouvido hoje. Ao todo, são 13 testemunhas de acusação e oito de defesa. Estão previstas outras audiências, sendo que duas já têm data, em 10 e 17 de dezembro. Na primeira, serão ouvidos ex-executivos da petroleira OGX (rebatizada de Óleo e Gás Participações) de Eike denunciados pelos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica, indução do investidor a erro e manipulação de mercado. A segunda ocorrerá por meio de videoconferência, com testemunhas de São Paulo. A respeito de Eike, o juiz informou que o empresário será interrogado em outro dia. O primeiro depoimento foi iniciado às 14h30, com o Superintendente de Relações com Empresas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Fernando Soares Vieira. A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) que originou a ação penal contra Eike foi embasada nas conclusões do relatório de acusação elaborado pelo órgão regulador do mercado de capitais e encaminhado ao MPF em 19 de março.
Mariana Durão e Mariana Sallowicz, Estadão Conteúdo

PCdoB anuncia apoio a Nilo para presidência da Assembleia

Foto: Divulgação/Arquivo

Deputado Fabrício fez vários elogios a Marcelo Nilo
O PCdoB se antecipou hoje e anunciou apoio à candidatura à reeleição do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Nilo (PDT). A nova bancada do partido, que contará, na próxima legislatura, com os deputados Fabrício Falcão e Crissóstomo Antônio Lima (Zó) e Raimundo Nonato Tavares da Silva (Bobô), eleitos agora, esteve reunida com o deputado federal Daniel Almeida, presidente da legenda na Bahia, para discutir a decisão. Eles revelaram compartilhar com Nilo a visão do PCdoB sobre o Parlamento e a necessidade de aprovar dispositivo que proíba a reeleição à presidência da Assembleia, o que foi acatado pelo pedetista. O deputado Fabrício Falcão destacou as qualidades de Nilo que, em sua avaliação, o credenciam para o cargo. “”Além da experiência, Marcelo tem capacidade de articulação política. É de fácil acesso e sabe negociar””, disse Fabrício. Ela também lembrou a lealdade do deputado em todo processo que culminou com a eleição de Rui Costa ao governo. “A postura do deputado Marcelo foi fundamental para a eleição de Rui. Nos momentos mais difíceis, quando poucos acreditavam na vitória, Marcelo Nilo estava firme e convicto”, ressaltou.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Escândalo da Petrobras

Juízo Final: Fernando Baiano se entrega à Polícia Federal em Curitiba; único foragido é Adarico
Juízo Final: Fernando Baiano se entrega à Polícia Federal em Curitiba; único foragido é Adarico
Foto: Reprodução
O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, se entregou à Polícia Federal, em Curitiba, nesta terça-feira (18). Ele estava foragido desde que teve prisão decretada na última sexta (14), na Operação Juízo Final, sétima fase da Lava Jato, e foi acusado por delatores de cobrar propina de obras na Petrobras para o PMDB, segundo a Folha de S. Paulo. Na segunda (17), o advogado de Fernando Baiano, Mario de Oliveira Filho, disse que seu cliente é usado como "bode expiatório" da Operação Lava Jato. Dentre os 25 alvos da operação que tiveram prisão decretada na última sexta, apenas Adarico Negromonte Filho, irmão do ex-ministro das Cidades e atual conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia Mário Negromonte (PP-BA) está foragido.

Manchete do jornal O Globo diz que Petrobras pede ação contra Gabrielli



A Manchete do Globo — “Petrobras pede ação contra Gabrielli, e PF cita outro diretor” — diz que o Conselho de Administração da Petrobras decidiu, na sexta-feira (14), encaminhar ao Ministério Público um pedido de abertura de inquérito de ação civil pública contra o ex-presidente José Sérgio Gabrielli e outras 14 pessoas envolvidas na aquisição da refinaria de Pasadena. Entre elas, também figura o ex-diretor da Área Internacional Nestor Cerveró.

Segundo o jornal O Globo, há na lista ex-gestores e funcionários que ainda atuam na Petrobras, além de dois estrangeiros, que seriam executivos da companhia belga Astra Oil, ex-sócia da Petrobras em Pasadena.
Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), a Petrobras teve um prejuízo de US$ 792,3 milhões com a compra da refinaria de Pasadena, em 2006, durante a gestão de Gabrielli. Dilma Rousseff e Graça Foster faziam parte do Conselho de Administração da Petrobras quando a compra foi autorizada.
Ex- presidente da Petrobras,José Sérgio Gabrielli

Irmão de Mário Negromonte é procurado pela Policia Federal

:

Polícia Federal acionou a Interpol para tentar localizar Adarico Negromonte Filho, irmão do conselheiro do TCM -Tribunal de Contas dos Municípios e ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP-BA); agentes da Polícia Federal, que deflagram nesta sexta-feira 14 a sétima fase da Operação Lava Jato, fizeram buscas no apartamento de Adarico em São Paulo; ele é acusado de formação de quadrilha e corrupção ativa.


Empacou: apenas 14% das obras do PAC foram concluídas na Bahia

Há projetos que começaram em 2007 e não foram finalizados, como acontece em Alagoinhas, Camaçari, Candeias e Feira de Santana

Os números chamam atenção em todos os sentidos. São 638 obras de saneamento básico na Bahia que custaram mais de R$ 3 bilhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Em vez de aceleradas, essas obras seguem, na sua maioria, empacadas. Segundo dados do último relatório regional do PAC, divulgado no dia 30 de outubro, apenas 90 delas foram concluídas.
Para ser mais preciso: 14% do total. O resto segue em fase de licitação, de contratação ou em obras.
Há projetos que começaram em 2007 e ainda não foram finalizados, como acontece em Alagoinhas, Camaçari, Candeias, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Lauro de Freitas, entre outros municípios. Enquanto isso, populações convivem em meio a esgoto a céu aberto por conta de um problema gravíssimo: a falta de saneamento.
Nos últimos anos, a Bahia aumentou sua rede de esgotamento sanitário, mas ainda há muito por fazer. Na avaliação do presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Edison Carlos, a partir do momento que há um atraso dessas obras, você condena uma população a permanecer vítima de doenças, infecções e enfermidades.
“Mais importante do que os números são as pessoas que estão nessas áreas. Há crianças brincando nesses córregos, que são esgotos a céu aberto. As obras têm como grande objetivo tirar as cidades dessa realidade. Elas são realizadas em áreas mais carentes, que não tinham saneamento, ou onde já tinha e está sendo aprimorado o que se tornou obsoleto”, diz.
Desempenho
Apesar dos baixos resultados, o coordenador Executivo de Articulação e Monitoramento da Casa Civil do governo da Bahia, Luiz Henrique D´Utra, diz que os números de saneamento do estado estão acima da média nacional e que a Bahia figura entre os dez estados com melhor desempenho do Brasil, segundo o 10º Balanço do PAC 2.  
CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA AMPLIAR
“Muitas vezes, obras já concluídas e entregues à população estão em prestação de contas final ou em fase de encerramento do contrato, e ainda não figuram como encerradas no balanço do governo federal”, explica. O site do PAC, no entanto, foi atualizado no último dia 30 e essas obras constam em aberto.
Mesmo reconhecendo os problemas que esses atrasos acarretam na vida das populações, Edison Carlos informa que a situação da Bahia é comum. “No caso do PAC  1, são os contratos de 2007 e de 2008 que tiveram problemas de projeto em várias cidades e também com empreiteiras. Já no PAC 2, as obras demoraram a começar por conta da burocracia em Brasília para a verba chegar ao interior. Houve casos em que levou até dois anos para resolver a questão da documentação”, explica.
Além do excesso de burocracia, os especialistas também apontam outro problema que impactou no andamento dessas obras. O Brasil ficou 20 anos sem investimentos na área do saneamento básico, só voltou a ter depois da criação do Ministério das Cidades e com o PAC, em 2007.
Com isso, se perdeu muito do conhecimento existente no país na área do saneamento. “Isso acabou desestruturando a cadeia de profissionais da engenharia”, avalia o presidente da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento Básico (Aesbe), Roberto Cavalcanti Tavares.
Correio

Escândalo da Petrobras

Costa e Youssef implicam atual diretor da Petrobras em depoimento
Costa e Youssef implicam atual diretor da Petrobras em depoimento
Reprodução
O atual diretor da Petrobras, José Carlos Cosenza, foi citado em ao menos três depoimentos colhidos pela Polícia Federal neste final de semana. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o delegado Agnaldo Mendonça Alves afirmou que segundo o ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, e o doleiro Alberto Youssef, Cosenza recebeu “comissões” relacionadas a contratos da estatal. Ildefonso Colares Filho, ex-presidente da empreiteira Queiroz Galvão, preso na última sexta-feira (14) durante a sétima etapa da operação Lava Jato, citou a mesma informação em seu depoimento. Em nota, a estatal afirmou que o gestor “nega veementemente as imputações de que tenha recebido ‘comissões’ de empreiteiras contratadas pela Petrobras, ao tempo que reafirma que jamais teve contato com Alberto Youssef”. Nos depoimentos, os executivos de empreiteiras detidos pela PF confirmaram também terem sido procurados por partidos para esquematizar esquemas de repasses para a campanha. Segundo Othon Zanoide de Moraes Filho, da Queiroz Galvão, “todos os partidos políticos procuram as grandes empresas atrás de doações de campanha” em ano eleitoral. Ele contou que foi procurado pelo tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. Em depoimento, Moraes Filho preferiu não citar os demais políticos que o procuraram, “até porque não foi feita nenhuma doação por mim ou por minha empresa”. Já Colares Filho apontou que reunia a direção da empresa para fazer análise dos pedidos. “A gente dava para aqueles partidos que mais se caracterizam com as características da empresa, ligados ao crescimento de infraestrutura. Me recordo de doações para PT, PMDB, PP e mais alguns”, disse.

Ex-diretor da Petrobras preso na Lava Jato se nega a colaborar com investigação da PF

Ex-diretor da Petrobras preso na Lava Jato se nega a colaborar com investigação da PF
Foto: Reprodução / Petrobras
O ex-diretor da Petrobras Renato Duque não colaborou com as investigações da Polícia Federal na Operação Lava Jato ao prestar depoimento nesta segunda-feira (17). Preso na última sexta-feira (14), Duque teria dado respostas evasivas às perguntas dos delegados, segundo investigadores. Ligado ao PT, ele ocupou a diretoria de Serviços da Petrobras de 2004 a 2012. Duque é acusado de ter recebido, ao menos, R$ 94 milhões de dois executivos que fizeram delação premiada. Até o momento, 12 dos 21 presos na sétima etapa da operação prestaram depoimento. Seis aceitaram responder às perguntas dos delegados e os outros seis se calaram. As prisões temporárias se encerram à meia noite desta terça-feira. Os delegados se reúnem hoje para deliberar se haverá conversão de prisões temporárias para preventivas, quando o prazo é indeterminado. Seis dos presos cumprem prisão preventiva. Entre os presos estão quatro presidentes de empreiteiras e 15 executivos. A sétima fase da operação teve como foco o braço financeiro do esquema de corrupção que teria lavado R$ 10 bilhões da Petrobras.

Andreza Matais | Estadão Conteúdo

PT deve lançar Rosemberg para presidência da AL-BA; deputado ainda não confirma
PT deve lançar Rosemberg para presidência da AL-BA; deputado ainda não confirma
Foto: Bahia Extra/Reprodução
O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), possivelmente terá concorrência forte na disputa para tentar pela quinta vez o posto. O PT, partido com a maior bancada na Casa, deve lançar em breve a candidatura de Rosemberg Pinto – fontes próximas à cúpula do partido ouvidas pelo Bahia Notícias informaram que a legenda já fechou internamente o nome do parlamentar como representante ao cargo. Por enquanto, além de Nilo e Rosemberg, os deputados Alan Sanches (PSD) e Sargento Isidório (PSC) também estariam postulando a direção da Assembleia. Na última semana, no entanto, Nilo sinalizou que Sanches poderia aderir ao seu projeto de permanência como presidente, porém o deputado do PSD não foi localizado para comentar as declarações. Antes do comentário de Nilo, o próprio Sanches apontou uma aproximação com Rosemberg, o que acabou não confirmada nos bastidores da Assembleia. Procurado pelo Bahia Notícias, Rosemberg afirmou que está cotado para assumir a disputa, mas não quis falar já como candidato.
Bahia vacinará 210 mil grávidas contra coqueluche
Bahia vacinará 210 mil grávidas contra coqueluche
Foto: Reprodução
Em torno de 210 gestantes da Bahia devem receber a vacina contra difteria, tétano e coqueluche (dTpa) a partir deste mês. Além das grávidas, 1,8 mil profissionais de saúde no estado também serão imunizados. Segundo comunicado do ministro da Saúde, Arthur Chioro, nesta segunda-feira (17), 66,8 mil doses da vacina foram repassadas para a Bahia e, partir de novembro, a pasta passará a enviar cota mensal com 21,6 mil unidades da vacina. Em todo o país, a estimativa é imunizar mais de 2,9 milhões de gestantes e 324 mil profissionais da área de saúde. Na Bahia, foram registrados 663 casos da doença e quatro mortes, entre 2011 e 2013. A recomendação do Ministério da Saúde (MS) é para aplicação da dose entre as 27ª e a 36ª semanas de gestação – para gerar maior proteção para a criança, com efetividade estimada em 91%. Segundo o MS, a dose também pode ser administrada até, no máximo, 20 dias antes da data provável do parto. Esta é a quarta vacina para gestantes no calendário nacional. O esquema de vacinação completo da dupla adulto é de três doses (devendo ser reforçada a cada intervalo de dez anos) podendo ser tomada a partir dos dez anos de idade. Se a mulher não tomou nenhuma dose da vacina antes de engravidar, é necessário tomar duas doses da dupla adulto, com intervalo de no mínimo 30 dias e complementar com a dTpa. Caso a mulher tenha tomado uma dose da dT antes da gestação, ela deverá reforçar o esquema com mais uma dose da dT e outra da dTpa. Já para as mulheres que se preveniram com duas ou mais doses da dT, recomenda-se a dTpa administrada com apenas uma dose. Mulheres grávidas devem tomar uma dose da dTpa em cada gestação, independente de terem tomado anteriormente.
Deputados baianos da CPI da Petrobras receberam doações de empresas investigadas pela PF
Deputados baianos da CPI da Petrobras receberam doações de empresas investigadas pela PF
Fotos: Reprodução
 Deputados José Carlos Araújo (PSD) e Lúcio Vieira Lima (PMDB) 

Os dois deputados federais titulares da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar irregularidades na gestão da Petrobras receberam doações de empresas envolvidas no esquema investigado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF). Lúcio Vieira Lima (PMDB) e José Carlos Araújo (PSD) disputaram as eleições de outubro deste ano em chapas distintas e ambos conseguiram ser eleitos – inclusive, o pemedebista foi o deputado mais votado da Bahia. Para lograr êxito, o irmão do ex-ministro do governo PT Geddel Vieira Lima (PMDB) foi munido por uma doação de R$ 732 mil, em cheque, da Construtora OAS S.A através da Direção Estadual do seu partido. O total arrecadado pelo deputado foi de R$ 2.424.750. Já o parlamentar da mesma sigla do senador eleito Otto Alencar (PSD) recebeu 70 doações fracionadas da campanha do governador eleito Rui Costa (PT), no valor total de R$ 11.842,14, cujas doadoras originárias foram a Construtora OAS – R$ 8.995,73 e a UTC Engenharia S.A – R$ 2.846,41. A quantia significa um aproximado de 0,01% da arrecadação do parlamentar, que conseguiu amealhar R$ 1.224.075,56. A PF deflagrou na última sexta-feira (14) as prisões temporárias por meio dos mandados expedidos pela Justiça do Paraná. Na lista dos presos temporários ou preventivos, consta o presidente da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa, e o presidente da OAS, José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro. Além dele, mais sete pessoas, entre diretores e funcionários, da empreiteira baiana foram detidos. Os deputados baianos Afonso Florence (PT), Antônio Brito (PTB) e João Bacelar (PR) são suplentes da comissão no Congresso. Do total de R$ 1.293.228 arrecadados, o pedetista recebeu R$ 2.855,41 da UTC Engenharia e 4.437, 71 da OAS, através da campanha de Rui Costa. Por meio da direção estadual do PR, João Bacelar ganhou R$ 556 da UTC e R$ 104,5 mil da OAS do total de R$ 382.654 angariados. De acordo com a Coluna Painel, da Folha de S. Paulo, as empresas investigadas doaram dinheiro para 12 dos 32 deputados da CPMI somente para a campanha deste ano. 

Escândalo da Petrobras

Graça: ‘Fui informada de propina a funcionários pela SBM’

Foto: Divulgação

Presidente da Petrobras, Graça Foster
A presidente da Petrobras, Graça Foster, afirmou nesta segunda-feira, 17, que a própria SBM relatou a ela o pagamento de propina a seus funcionários. No entanto, não soube dizer os nomes dos funcionários envolvidos e o valor da propina paga. A Petrobras não vai interromper os contratos já em curso com a holandesa SBM ou com as empreiteiras acusadas de atuar no esquema de corrupção investigado no âmbito da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. “A SBM tem tido uma performance excepcional na operação de oito (plataformas) FPSO, sempre acima da média. Não vamos interromper os contratos com ela nem com outras empreiteiras que trabalham conosco até que tenhamos informações tão avassaladoras a ponto de encerrar os contratos com elas”, disse a presidente da estatal. Antes, a executiva afirmara que a participação da SBM em novas licitações da Petrobras estava vetada. Segundo ela, o caso da companhia holandesa é distinto porque ela admitiu ter agido com corrupção. “Ela (SBM) oficializou para nós que corrompeu empregados da Petrobras, então não tem menor chance de continuar trabalhando conosco até que tudo esteja esclarecido”, afirmou. O diretor de Engenharia, Tecnologia e Materiais da Petrobras, José Antonio Figueiredo, explicou que sempre que se identifica uma não conformidade contratual com uma companhia a Petrobras pode suspendê-la por um período de seis meses a dois anos. Isso pode ocorrer por mau desempenho ou postura inadequada no relacionamento comercial. “Toda vez que o jurídico nos comunica, abrimos uma comissão especial para analisar. Os contratos em andamento continuam, mas relações futuras vão depender das investigações”, disse Figueiredo. Graça disse também que ainda não há uma decisão tomada de criação de uma diretoria de governança corporativa, o que deve ser definido pelo conselho de administração da empresa. “Não cabe à diretoria indicar a criação de outra diretoria.” Por enquanto, explica, o que foi feito foi apresentar a proposta ao conselho, que se comprometeu a avaliar a proposta.
Agência Estado

Aécio diz que Dilma deveria pedir desculpas à nação


Senador Aécio Neves (PSDB-MG)
O senador Aécio Neves (PSDB-MG) cobrou nesta segunda-feira que a presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) peça desculpas à nação em razão dos escândalos que assolam a Petrobras. Em post divulgado em sua página oficial no Facebook, o tucano diz que só agora, após as eleições, Dilma reconhece publicamente a existência de corrupção na estatal do petróleo. “Agora que reconhece, ainda que tardiamente, a existência de corrupção, faço novamente o mesmo convite: Presidente, a senhora não acha que está na hora de pedir desculpas ao País pelo que o seu governo permitiu que ocorresse com a Petrobras?” No post, Aécio alega que a presidente reconheceu a existência de corrupção na Petrobras por ter sido confrontada com a gravidade dos fatos que estão sendo divulgados. Mesmo assim, surpreende o País ao reagir como se fosse mais uma espectadora e como se a sua gestão não tivesse nenhuma responsabilidade com o que ocorreu na empresa nos últimos anos. “Como se não tivesse sido ela a presidente do Conselho de Administração da Petrobras, responsável pela aprovação de inúmeros negócios, hoje sob investigação”, diz Aécio. Ele cita que durante a campanha presidencial, “a candidata Dilma tentou virar as costas para a realidade das denúncias”. E, agora, “é a presidente Dilma que tenta se afastar da mesma realidade, ao agir como se a Petrobras não fizesse parte do seu governo”. Nas críticas, o senador tucano diz ainda que a presidente “zomba da inteligência dos brasileiros” e desrespeita a Polícia Federal, ao tentar convencer o País de que as investigações só estão ocorrendo graças à decisão ou permissão de sua gestão. “Esquece, mais uma vez, que a Polícia Federal é uma instituição do Estado brasileiro e não do governo, serve ao País e não aos interesses do governo.” E reiterou que durante a campanha eleitoral já havia convidado a então candidata Dilma a pedir desculpas ao Brasil pelo que acontecia na empresa, “o que ela se negou a fazer”.
Elizabeth Lopes, Estadão Conteúdo

Ataque contra Dilma, por Lauro Jardim

Foto: Agência Brasil

Ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró
Depois das prisões de Paulo Roberto Costa e Renato Duque, o próximo diretor da Petrobras a colocar as barbas de molho é o notório Nestor Cerveró. Além de ter seu nome citado nas delações premiadas por relacionar-se com o lobista Fernando Baiano, Cerveró terá que se defender no âmbito da CGU. A defesa de Cerveró foi comunicada este mês de uma nova investigação aberta em Brasília. A CGU questiona dois pontos: movimentações financeiras atípicas de Cerveró nos anos de 2005, 2006 e 2011; e a compra de uma casa na Região Serrana por 100 000 reais e a posterior venda por 850 000 reais. A defesa de Cerveró afirma ter argumento para todos os questionamentos. A defesa de Cerveró partiu para uma estratégia que, de tão ousada, parece quase impossível de prosperar. Silenciosamente, entrou com uma ação na Comissão de Ética Pública da Presidência transferindo a responsabilidade pela compra da refinaria de Pasadena para Dilma Rousseff. Para a defesa de Cerveró, se houve gestão temerária na Petrobras, cabe a Dilma – ex-presidente do Conselho de Administração – responder por ela.
Radar On-line, Veja

Juiz decide hoje se prisões da Operação da Lava Jato serão prorrogadas

Foto: Polícia Federal/ Divulgação

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, deve decidir hoje (18) se os detidos na sétima fase da Operação Lava Jato, da Polícia Federal terão as prisões prorrogadas. O prazo de cinco dias das prisões temporárias vence nesta terça-feira. Entre os detentos que cumprem prisão temporária está o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. O magistrado aguarda manifestação da PF e do Ministério Público para decidir a questão.Os executivos presos na sexta-feira vão continuar prestando depoimento na Superintendência da PF em Curitiba. Hoje, os delegados devem fazer a oitiva de diretores ligados às empreiteiras UTC e Camargo Correa. Dos 25 mandados emitidos pelo juiz, 23 foram cumpridos. Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e Adarico Negremonte Filho continuam foragidos.
Agência Brasil

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

TCM/BA julga contas da prefeitura na próxima quinta-feira dia 20


Encontra-se em pauta para Julgamento nesta quita-feira dia 20/11/2014 no TCM/BA, as contas da Prefeitura Municipal de Cândido Sales referente ao ano de exercício de 2013, sob responsabilidade do gestor municipal Sr. Hélio Fortunato Pereira.

Semana na Bahia será de chuvas e trovoadas, aponta instituto meteorológico
Semana na Bahia será de chuvas e trovoadas, aponta instituto meteorológico
Foto: Arestides Baptista/AE

Diante de um tempo chuvoso desde o domingo (16) na Bahia, o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) prevê mais dias fechados para o estado, com possibilidade de trovoadas. Até esta quinta-feira (20), o clima da cidade será nublado, com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no centro, norte e oeste. Os ventos serão fracos e moderados. De acordo com dados da Defesa Civil de Salvador (Codesal), houve duas chamadas de emergência nesta segunda-feira (17) relacionadas ao mal tempo na capital baiana: ameaça de desabamento e ameaça de deslizamento. 
Com frente fria, cidades do interior da Bahia sofrem com alagamentos; Itabuna tem desabrigados
Com frente fria, cidades do interior sofrem com alagamentos; Itabuna tem desabrigados
Foto: Bahia Hoje
Com a frente fria que chegou ao estado neste final de semana, diversos municípios sofreram com alagamentos e deslizamentos de terra. Em Queimadas, no nordeste baiano, em pouco mais de uma hora de chuva na tarde deste domingo (16), a água invadiu ruas e casas na parte baixa do município e o Rio Itapicuru, afluente do São Francisco que banha a região, transbordou e chegou perto do nível da ponte. A enxurrada chegou a cobrir a linha férrea e os trens foram impedidos de passar. Em Juazeiro, no Vale do São Francisco, a água das chuvas deste domingo cobriram os pontos na orla onde são realizados obras de drenagem, parte da execução do Projeto de Requalificação da área comercial da cidade. O fluxo transportou areia, restos de asfalto e outros materiais. Um alagamento próximo ao pontilhão da orla interrompeu a passagem de veículos.

Foto: Reprodução/G1 BA
O município de Barra do Choça, no sudoeste da Bahia, também foi afetado pelas fortes chuvas, que resultaram na abertura de uma cratera de cerca de cinco metros de profundidade, que arrastou manilhas da rede de esgotamento sanitário da cidade. O grande buraco fica próximo a uma área residencial, mas nenhuma casa foi atingida. Em Itabuna, no sul do estado, com a elevação do Rio Cachoeiro, em torno de 20 famílias (ao todo 58 pessoas) foram removidas nesta segunda-feira (17) das áreas de risco, no bairro Maria Matos, e levadas para o Parque de Exposições Antonio Setenta. A Secretaria de Assistência Social, em conjunto com as secretarias de Governo, de Administração e de Desenvolvimento Urbano, para entregar aos desabrigados água potável, cesta básicas, roupas e colchonetes. Com informações do G1 Bahia e do site Bahia Hoje.